Umuarama, quarta-feira, 26 de setembro de 2018 ESCOLHA SUA CIDADE

Paraná

13/09/2018 | Concebido por Goioerê

Altas no preço e concorrência com clandestinos levam revendas de gás a fechar as portas

Altas no preço e concorrência com clandestinos levam revendas de gás a fechar as portas

As revendas de gás de cozinha estão comprando os botijões 3% mais caros que no mês passado. O novo aumento é referente aos reajustes salarias dos funcionários das categorias que trabalham nas distribuidoras. No mês passado, o produto já tinha sofrido uma alta de 8% por causa do PMPF - Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final, aplicado pelo Secretaria da Fazenda do Paraná.

Esse novo percentual ainda não foi repassado ao consumidor final por boa parte das empresas devido à crise financeira e da concorrência desleal com revendedores clandestinos, que têm vendido produto ilegal, colocando em risco a segurança das famílias.

A presidente do Sinegás, Sandra Ruiz, explica que a combinação dessas situações têm inviabilizado o negócio e se tornou o principal motivo para a falência das revendedoras. Tanto que só este ano 628 empresas do setor fecharam as portas no Paraná. “As revendas estão sufocadas. O mercado é muito concorrido e as empresas sempre têm a dificuldade de repassar, só que toda vez que um revendedor segura e não reajusta o valor, coloca em risco a situação financeira da empresa. Um outro problema é a concorrência com os piratas, que vendem o produto por um preço menor. É que eles não pagam impostos e nem respeitam qualquer norma de segurança da Agência Nacional de Petróleo”, disse Sandra Ruiz.

E a Petrobras deve fazer mais um reajuste no mês que vem. É que desde o início deste ano, após reclamações sobre o peso do valor do gás de cozinha no orçamento das famílias de baixa renda, a estatal passou a adotar uma regra de reajuste trimestral para o GLP (gás liquefeito de petróleo).

 

 

Fonte: GOIOERÊ | CIDADE PORTAL | Sinegás

OPINE!

CIDADE PORTAL
(44) 3522-7297 | (44) 99979-8991 | (44) 99979-3334
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio
de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Site CIDADE PORTAL.

Desenvolvido por Cidade Portal