Umuarama, sexta-feira, 15 de novembro de 2019 ESCOLHA SUA CIDADE

Brasil

20/01/2017 | Concebido por Goioerê

O futuro vai ser doloroso para os bancos, diz presidente do BBVA

O futuro vai ser doloroso para os bancos, diz presidente do BBVA

A ultima década foi particularmente transformadora para o setor financeiro. E não somente porque a tecnologia abriu diversas oportunidades (carteira digital, fintechs, blockchain, bitcoin). Os hábitos de consumo mudaram e as novas gerações surgiram com novas demandas. Os grandes bancos, afinal, estão preparados para atender e mudar o foco de seus serviços? Em palestra durante o Fórum Econômico Mundial nesta quinta-feira (19/01), Francisco González, presidente do BBVA, defendeu que apesar dos esforços na digitalização e novos produtos, os bancos ainda precisarão descobrir como trabalhar neste novo cenário.

"Minha visão é de que o que virá daqui 5, 10 anos será muito doloroso para os bancos", disse González. Ele debateu com Cecilia Skingsley (do Banco Central Sueco), Eric Jing (CEO do AliPay), Dan Schulman (CEO do PayPal) e David Craig, presidente da Thomson Reuters. 

González prevê um futuro baseado no que já vem se desenhando hoje: os bancos enfrentarão novos competidores [AliPay, PayPal, fintechs], terão que lidar com margens baixas e altas expectativas e aprender a criar uma plataforma que consolide os melhores produtos customizados aos clientes.

O BBVA, um dos maiores bancos da Espanha, começou a sua "transformação digital" há dez anos e hoje é referência neste quesito. González lembra que atualmente há 2,5 mil bancos no mundo e prevê que este número seja reduzido drasticamente nos próximos anos. O futuro, para ele, não é a consolidação do sistema como ele existe hoje. Por este motivo, segundo o executivo, sobrevirão e terão sucesso aqueles que se transformarem em prestadores de serviços e não trabalharem apenas como instituição financeira.

Mobile é o serviço 
Mas o que é oferecer um bom serviço nos tempos atuais? Segundo os palestrantes, os bancos devem conseguir ser capazes de oferecer a melhor experiência aos consumidores nos celulares e dispositivos móveis. "Vimos a explosão do mobile — hoje há 80% de penetração na população mundial e nos próximos anos será de 90%".

E há vantagens, segundo Dan Schulman, CEO do PayPal, para investir neste nicho. "As transações financeiras básicas são feitas de forma rápida, não é preciso ter alguém do outro lado para realizá-las, são de fácil entendimento, mais seguras e muito mais baratas de serem executadas", disse durante a palestra. "O mundo digital pode custar até 90% menos do que o funcionamento dos bancos tradicionais". 

Schulman defendeu que a evolução e disseminação do mobile foram responsáveis por diluir a barreira que havia entre online e offline no varejo, por exemplo. "Pagar no celular, pegar na loja, o que é isso? Comércio", disse. "Mais e mais, os varejistas estão olhando para o que a Amazon vem fazendo para ver como podem competir, como usar o mobile para atingir mais consumidores". 

Eric Jing, CEO do Alipay, plataforma de pagamentos do Alibaba, disse que o mobile facilitou "convencer as pessoas a comprarem em e-commerces" e uma maior inclusão financeira e de consumo. "A próxima geração do sistema financeiro vai ser aquela que vai desenvolver pequenas tecnologias para o mobile incluindo mais pessoas no sistema financeiro". Jing defende que o setor não fale apenas nas fintechs, mas que olhe para si mesmo como "techfinchs" — empresas que usarão a tecnologia para empoderar, incluir, desenvolver serviços e mensurar os riscos frente à uma crise financeira. É assim, defende, que elas conseguirão atender às necessidades das próximas gerações.

 "A diferença neste setor será feita pelos caras que sabem, de fato, administrar o big data que recolhem. Que sabem pegar os dados, transformar em informação e daí em conhecimento. Temos hoje uma enorme quantidade de dados que nos diz não somente sobre o presente, mas também sobre o que fazer no futuro", complementou Gonzáles.

Fonte: GOIOERÊ | CIDADE PORTAL | ÉPOCA NEGÓCIOS

OPINE!

CIDADE PORTAL
(44) 3522-7297 | (44) 99979-8991 | (44) 99979-3334
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio
de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Site CIDADE PORTAL.

Desenvolvido por Cidade Portal